Blog notícias e artigos

Qual é a alternativa?

Na semana em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente é importante refletirmos sobre alternativas. Alternativas que nos permitam preparar o ambiente em que vivemos para as futuras gerações. Nesse contexto, sabe-se que uma das questões mais debatidas é a diversificação da matriz energética do país. O desafio é substituir as fontes de energia esgotáveis e que poluem a atmosfera. Este é um assunto que não sai da pauta do governo brasileiro e do mundo.

A energia renovável ou energia alternativa é aquela gerada por meio de fontes renováveis e que, portanto, não gera impacto para o meio ambiente, seja através do esgotamento dos recursos ou pela emissão de CO2 na atmosfera. As principais fontes alternativas de energia são a energia solar, eólica, hidráulica, biomassa, maremotriz e geotérmica.

Neste momento, abordaremos, especificamente a energia solar. Acompanhamos a legislação de vários Estados e Municípios do Brasil e temos notado crescentes publicações de normas que incentivam o uso dessa energia por parte dos cidadãos, das empresas e do governo.

Ações mais exigidas e políticas adotadas são:

1 – Incentivos financeiros, fiscais e tributários adequados ao desenvolvimento da cadeia produtiva da energia solar;

2 – Utilizar o instrumento de licenciamento ambiental para a promoção da energia solar fotovoltaica, simplificando a emissão de licenças para projetos de energia solar e inserindo instalações de geração solar como parte das condicionantes ambientais de projetos, em articulação com os instrumentos de viabilização dos Planos Nacional, Estaduais e Municipais de Mitigação das Mudanças Climáticas;

3 – Exigir a instalação de sistema de aquecimento de água por energia solar nas edificações novas nos municípios;

4 – Estabelecer formas de racionalizar o consumo de energia elétrica;

5 – Programas de capacitação e formação de recursos para atuar em todas as etapas da cadeia produtiva da energia solar;

6 – Contribuir para a diminuição dos índices relativos à emissão de gases de efeito estufa;

7 – Estabelecer metas, programas, planos, normas e procedimentos para sobrelevar o uso da energia solar na matriz energética estadual;

8 – IPTU Verde: redução do IPTU para pessoas e/ou empresas que utilizarem a energia solar.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto e identificar essas normas? Procure a nossa equipe: www.ambito.com.br

 Cristiane Botelho Lourenço – advocacia em Sustentabilidade, sócia da Âmbito Homem e Ambiente

Sobre a FOTO, ela é referente ao empreendimento Spazio Parthenon, construído pela MRV Engenharia, em Belo Horizonte (MG). É um grande marco para o mercado da construção e de energia brasileira, que se concretizou no dia 25/5, em Minas Gerais. Pela primeira vez no estado, a CEMIG realiza a ligação do sistema de geração de energia solar fotovoltaica de Múltiplas Unidades Consumidoras (EMUC) em um empreendimento residencial. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), este é o primeiro EMUC de grande porte do Brasil. Localizado na região da Pampulha, na capital mineira, o condomínio com 440 unidades terá energia gerada através de energia solar fotovoltaica, abastecendo todos os apartamentos e as áreas comuns do empreendimento. Foto: Vladimir Araujo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Mais artigos

Ensino a distância para treinamentos em Segurança e Saúde no Trabalho. É possível?

O assunto não é recente e com frequência somos questionados se os treinamentos previstos nas principais NRs – Normas Regulamentadoras expedidas pelo Ministério do Trabalho podem ser feitos à...

Requisitos legais: conhecimento, controle e obrigatoriedade nas normas certificadoras

Diversas empresas, dos mais variados ramos de atividades buscam certificar seus sistemas de gestão em face, por exemplo, da competitividade mundial existente atualmente. Alguns dos motivos que estão por...

O Dia Mundial da Água e a vida nas Indústrias

Na semana do Fórum Mundial da Água (até 23/3) e às vésperas do Dia Mundial da Água (22/3), nossa sócia diretora Elaine Cristina Moreira orienta as indústrias e seus...

Sede Minas Gerais

Rua Professor José Renault, 470 - Santa Lúcia - 30350-342 - Belo Horizonte /Minas Gerais

31 2121-7575
31 3296-5912

São Paulo
Elaine Moreira
31 98452-0100
elaine@ambito.com.br

Jussara Rocha
31 99572-3277
jussara@ambito.com.br

Newsletter

Assine e receba notícias da Âmbito

 

download App para Suporte