Blog notícias e artigos

Gestão de Ocorrências: 07 fatos que você não sabia, mas precisa saber!

Comumente, quando nos deparamos com um problema, a primeira reação é tentarmos solucioná-lo imediatamente. São raros os momentos que paramos para analisar a causa antes de agir no efeito, e esta ação pode se tornar mais um problema caso a ocorrência volte a acontecer.

Sim, a ação imediata é necessária a depender da natureza da ocorrência, porém, é preciso realizar a gestão dos problemas enfrentados pelas empresas, principalmente para que os mesmos não se repitam, e gerar vantagem competitiva para a organização, além de apontar caminhos para a melhoria contínua.  Sem a análise de causa, a tendência é a repetição do fato, e, consequentemente, retrabalho, desperdício e prejuízos para o negócio.

Muitas são as formas de se tratar corretamente uma não-conformidade, inclusive com o uso de ferramentas adequadas para cada organização.

Listamos abaixo, 07 fatos sobre gestão de ocorrências que você vai gostar de descobrir:

1-      Com a gestão de ocorrências, de maneira organizada e sistematizada, a empresa consegue controlar as ações, programar atividades e identificar as necessidades de cada setor;

2-      Solucionar os problemas do cotidiano a partir de pequenas ações, evitando o acúmulo dos fatores que desencadeiam a não conformidade;

3-       Controlar todo o processo necessário para atendimento do chamado, além de gerar dados estatísticos e relatórios;

4-      Monitorar a evolução de ocorrências abertas através de relatórios gerenciais;

5-      Ajuda a comprometer todas as áreas envolvidas com o problema e assumem responsabilidade para executar os planos de ação elaborados;

6-      Avaliar, através de indicadores, os prejuízos e ganhos da organização, seja através da economia de tempo ou evitando gastos desnecessários;

7-      Gera evidências que demonstram a evolução do sistema de gestão das empresas.

Nós acreditamos que uma equipe comprometida é capaz de juntos, construir soluções cada vez mais eficazes para os problemas encontrados no dia a dia das organizações.

Cristiane Botelho - OAB/MG – 108.595 – Sócia /Consultoria Jurídica da Âmbito Homem e Ambiente.

Mais artigos

Adicional de periculosidade: tenho que pagar?

Âmbito responde uma dúvida frequente de seus clientes: "meus colaboradores que realizam atividades de risco nos termos do disposto na NR 16 devem receber adicional de periculosidade?"

Os membros do SESMT podem atuar de forma remota (não presencial)?

Esta é uma dúvida muito comum nas empresas e, por incrível que pareça, tal situação não está detalhada de forma tão clara no texto da NR 04.

Qual é a alternativa?

Na semana em comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente é importante refletirmos sobre alternativas que nos permitam preparar o ambiente em que vivemos para as futuras gerações. Nesse...

Sede Minas Gerais

Rua Professor José Renault, 470 - Santa Lúcia - 30350-342 - Belo Horizonte /Minas Gerais

31 2121-7575
31 3296-5912

São Paulo
Elaine Moreira
31 98452-0100
elaine@ambito.com.br

Jussara Rocha
31 99572-3277
jussara@ambito.com.br

Newsletter

Assine e receba notícias da Âmbito

 

download App para Suporte