Blog notícias e artigos

Eu, Você, o Outro: o Cliente

HOMENAGEM AO DIA DO CLIENTE

Você que me lê já sabe, já lhe digo: sou o Cliente. E acrescento que, não sei se pela iminência da primavera, mas hoje acordei com uma inspiração peculiar, porque alguém me pediu para escrever sobre mim mesmo, sobre você e sobre os outros – sim, nós, os clientes todos. Numa palavra, o Cliente.

Eu sou aquele que paga as suas contas. Sim, não se iluda, ou você sabe disto, ou vive envolto numa névoa de equívocos quanto a por que você recebe o dinheiro que paga suas contas. E eu já lhe digo: é porque eu pago. Se eu não pago, você não recebe – seu salário, seu pro labore, seu lucro. Não pense que, se é um empregado, é seu patrão que lhe paga. Sou eu. Ponto. Pense nisto.

Eu sou aquele cujas necessidades mais recônditas, incluídas as que eu mesmo não acesso muito claramente, você deveria tentar entender e atender. Minha voz, nem sempre tão clara, nem sempre capaz de expressar aquilo de que eu realmente preciso, é ela que você deve decifrar. Isso me faz lembrar o ultimato da Esfinge a Édipo: “decifra-me ou te devoro”. E é isso mesmo, pois se não o devoro eu – que nem sempre estou tão propenso ao canibalismo -, devora-o seu concorrente, mais capaz que você de decifrar os sonhos que eu custo a desvelar e revelar.

De repente me pego pensando por que você insiste em me entregar aquilo de que não necessito. Bom, na verdade, o que eu disse acima me dá uma pista valiosa. Se você vive em seu próprio mundo e supõe – ledo engano! – que você trabalha para si mesmo, para suprir a sua carência, você não entendeu nada. Perdão pela sinceridade – já que vivemos num tempo e lugar em que a sinceridade é para ser perdoada, e o engano é digno de aplauso. Sim, e agora entendo sua insistência em pensar os seus processos de trabalho como se fossem para você mesmo. Não são. São para mim. Devem ser para mim. A ilusão que o aprisiona – de que você se defende e se promove defendendo seus interesses, ainda que em detrimento dos meus – há de lhe apresentar uma conta muito cara.

Uma dica: deixe a ideia de que você existe para me servir, e que assim fazendo você se torna mais e melhor, decantar dentro de você. E então você saberá que estou lhe dizendo uma bonita e bondosa verdade.

Não pense que eu e aquele que corre riscos para criar os negócios – essas fábricas de criar o novo mundo -, somos rivais. Não! Quem corre riscos e coloca sua vitalidade e criatividade para criar novas soluções para mim merece aplausos, reconhecimento e… dinheiro. Claro! Só quero deixar claro aqui é que negócios não são para extrair de uns e entregar a outros. Podem ser muito mais. Outra dica: trabalhe pensando que os negócios precisam ser bons para mim, para os seus investidores, para você que os realiza, para seus parceiros de negócios, para a sociedade em geral.

Sei que você sabe que digo verdades difíceis de ouvir. Você é cliente também. Sempre é. Se quer me decifrar, suplico que busque em si a capacidade imensamente humana de sair de si e ver como o outro – o seu Cliente -, seja nos negócios, nas amizades ou nos relacionamentos…. Assim fazendo, em algum momento mágico você chegará ao lugar sagrado em que você e eu nos encontramos e nos fundimos num só. Porque é isto que somos: eu sou você, você sou eu. Nós somos o Cliente. E somos também o seu gentil Servo, que serve sem ser servil.

Marcelo Eduardo de Souza, fundador e Líder da Âmbito Homem & Ambiente (desde 1994) e da EcoNoética Educação e Desenvolvimento (www.econoetica.com.br). Vê os líderes e empreendedores como vitais para criar um mundo sustentado em valores éticos, contribuição e inovação. A partir de sua experiência e formação, vem conduzindo programas práticos de mudança pessoal e organizacional baseados em “Integral Coaching”e Educação.

Mais artigos

Requisitos legais: conhecimento, controle e obrigatoriedade nas normas certificadoras

Diversas empresas, dos mais variados ramos de atividades buscam certificar seus sistemas de gestão em face, por exemplo, da competitividade mundial existente atualmente. Alguns dos motivos que estão por...

O Dia Mundial da Água e a vida nas Indústrias

Na semana do Fórum Mundial da Água (até 23/3) e às vésperas do Dia Mundial da Água (22/3), nossa sócia diretora Elaine Cristina Moreira orienta as indústrias e seus...

Novas alterações da NR-12: visão de análise de risco em atividades com máquinas e equipamentos

Portaria MTE nº 98, de 08/02/18, publicada em 09 de fevereiro de 2018, apresenta alterações no texto da Norma Regulamentadora nº 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas...

Sede Minas Gerais

Rua Professor José Renault, 470 - Santa Lúcia - 30350-342 - Belo Horizonte /Minas Gerais

31 2121-7575
31 3296-5912
Consultoria Jurídica 31 99550-3086
Consultoria Técnica 31 99685-8036
Tecnol. Informação 31 99781-3915
Cobr./Faturamento 31 97117-5619
Comercial 31 99930-1692

São Paulo
Elaine Moreira
31 98452-0100
elaine@ambito.com.br

Jussara Rocha
31 99572-3277
jussara@ambito.com.br

Newsletter

Assine e receba notícias da Âmbito

 

download App para Suporte